Área do profissional

Sexta edição do Projeto Sorrindo no Parque chega à Creche Almir do Picolé neste sábado

Sexta edição do Projeto Sorrindo no Parque chega à Creche Almir do Picolé neste sábado

Dando continuidade à programação do Mês do Dentista, o Conselho Regional de Odontologia de Sergipe (CRO-SE) realiza, na manhã deste sábado, 21, a sexta edição do Projeto Sorrindo no Parque. Após beneficiar cerca de 250 crianças, entre alunos de escolas municipais de Aracaju e de instituições beneficentes como o Oratório de Bebé e o GACC, desta vez, o projeto chega à Creche Ação Solidária Almir do Picolé.

Com o tema 'Dia Mundial para um Futuro Livre de Cárie', o evento conta com o apoio da Colgate e do Sesc, e visa conscientizar os pequenos sobre como prevenir doenças bucais, mostrar-lhes a necessidade de manter bons hábitos de higiene oral, bem como a importância da boa alimentação e dos dentes para a comunicação e vida social, conforme explica a presidente da comissão de eventos do CRO-SE, Anna Tereza Andrade.

“Entre as práticas, teremos palestras educavas sobre a adoção de medidas preventivas, com acompanhamento e orientações técnicas de escovação e do uso do fio dental, além de atividades recreavas e de alimentação”, detalha. Os acadêmicos de Odontopediatria da Universidade Tiradentes (Unit) serão parte indispensável à execução das atividades.

Os universitários irão orientar a escovação das crianças, buscando estimular melhorias nas suas práticas de higiene oral, tão importantes para a saúde geral da população. Para que essa compreensão seja possível, os facilitadores irão explicar às crianças as maneiras corretas para uma escovação eficaz, visando à prevenção de doenças.

Segundo o presidente do CRO-SE, Anderson Lessa Siqueira, a educação em saúde bucal é uma eficaz ferramenta de conscientização sobre a importância da boca para um organismo saudável. “Os programas educativos em saúde bucal desenvolvem o conhecimento nas crianças, considerando que a infância é o melhor momento para a apreensão de hábitos saudáveis de higiene”, concluiu.

Ouvidoria Artigos Dúvidas frequentes