Área do profissional

Conselho de Odontologia combate concorrência desleal entre consultórios particulares

Conselho de Odontologia combate concorrência desleal entre consultórios particulares

O Conselho Regional de Odontologia de Sergipe (CRO-SE) está passando um pente fino na fiscalização de clínicas, laboratórios e consultórios odontológicos no município de Lagarto. De acordo com Erickson Palma Silva, membro da Comissão de Fiscalização do Conselho, a entidade busca, com isso, verificar irregularidades cometidas pelos estabelecimentos particulares.

“Devido ao grande número de problemas encontrados, nossa tendência natural é intensificar primeiro a fiscalização nos estabelecimentos públicos de atendimento, que são os casos mais urgentes. Como já conseguimos avanços significativos nessa área, com as adequações promovidas pelas gestões municipais nas unidades conforme nossa orientação, passamos agora a concentrar esforços nos estabelecimentos particulares”, explica o conselheiro.

No total, 10 estabelecimentos já foram fiscalizados, até agora, em Lagarto e já há um cronograma definido para a realização de diligências nos demais, assim como em outros municípios maiores - a exemplo de Itabaiana, Estância, Glória, Propriá, etc. -, que serão priorizados pela Comissão. De acordo com Erickson, um dos principais focos de atenção do Conselho é a propaganda irregular e a concorrência desleal.

“O Conselho precisa estar ao lado de quem age com correção. Os profissionais que atuam com ética e dignidade muitas vezes são prejudicados por pessoas que estão por aí aliciando pacientes ou praticando aviltamento da profissão. O CRO-SE está muito atento a isso e está cumprindo seu dever de coibir essas práticas, punindo as irregularidades encontradas”, concluiu.

Ouvidoria Artigos Dúvidas frequentes